Skip to main content

Vírus

Os Vírus são seres muito simples, formados basicamente por uma cápsula proteica, chamada Capsídeo, que envolve seu material genético.

O Conjunto de Capsídeo mais o material genético forma o nucleocapsídeo. Dependendo do tipo de vírus, o seu material genético pode ser o DNA ou RNA.

Os vírus são muito pequenos, sendo visível apenas ao microscópio eletrônico. Por mais que os vírus existam e há muitas discussões em torno deles, os Vírus não são classificados como seres vivos, pois não possuem características básicas para ser considerado um ser vivo, e se enquadrar a um reino específico.

Os vírus não são formados por células e conseguem se reproduzir apenas no interior de uma célula, ou seja, são Parasitas intracelulares.

Os Bacteriófagos

Os bacteriófagos são vírus que infectam bactérias. Existem basicamente dois tipos de ciclos reprodutivos: O ciclo lítico e o ciclo lisogênico. Esses dois ciclos iniciam-se quando o vírus adere à superfície da célula hospedeira e introduz na célula o material genético viral. A partir desse momento, começa a diferenciação entre ciclo lítico e ciclo lisogênico.

Ciclo lisogênico: o DNA viral incorpora-se ao DNA bacteriano e não interfere no metabolismo da bactéria, que se reproduz normalmente, transmitindo o DNA viral aos seus descendentes.

Ciclo litico: O DNA viral passa a comandar o metabolismo bacteriano e a formar vários DNAs virais e cápsulas proteicas, que se organizam formando novos vírus. Com isso, Ocorre a lise (ruptura) da célula, liberando vários vírus que podem infectar outras bactérias, reiniciando o ciclo.

🔥Atenção!🔥

No ciclo lisogênico, ao final do ciclo teremos bactérias lisogênicas, ou seja, bactérias com DNA viral. Já no ciclo lítico, ao final do ciclo, teremos vírus (bacteriófagos ou fagos).

ALGUNS DETALHES A MAIS:

• Os vírus são parasitas de microorganismos, plantas e animais diversos.

• Os vírus dependem de sistemas celulares para se reproduzirem, ou seja, só se reproduzem no interior de uma célula.

• Os vírus reproduzem-se e sofrem modificações nas suas características hereditárias.

• Os vírus apresentam moléculas de DNA ou RNA na sua organização, nunca os dois ao mesmo tempo.

• Os vírus dependem de um ser vivo para sua reprodução.

• Os vírus sofrem mutação no seu material genético.

Na hora da reprodução de um vírus não ocorre troca de material genético.

• O envoltório que circunda o material genético do vírus (ácido nucleico) é de constituição proteica.

Doenças Causadas por Vírus

As doenças causadas por vírus são: AIDS, Catapora ou varicela, caxumba, dengue, febre amarela, gripe, hepatite (A, B, C), Herpes simples, Poliomielite, Raiva, Resfriado, Rubéola, Sarampo e Varíola.

AIDS

A AIDS é causada pelo vírus HIV.

O HIV, normalmente não apresenta sintomas logo que se instala no organismo. Uma pessoa infectada pode demorar cerca de 10 anos para ter o primeiro sintoma, porém a transmissão do vírus acontece com manifestação de sintomas ou não.

Quando o HIV se manifesta, surgem vários sintomas iniciais, como: fadiga, febre, inchaço crônico dos gânglios linfáticos, surgimento de pequenos pontos vermelhos na pele e distúrbios do sistema nervoso central (desde dores de cabeça até encefalite).

A transmissão do vírus da AIDS pode ocorrer das seguintes maneiras:

Quando o HIV se manifesta, surgem vários sintomas iniciais, como: fadiga, febre, inchaço crônico dos gânglios linfáticos, surgimento de pequenos pontos vermelhos na pele e distúrbios do sistema nervoso central (desde dores de cabeça até encefalite).

A transmissão do vírus da AIDS pode ocorrer das seguintes maneiras:

Por contato sexual com pessoa portadora do vírus HIV;

Por transfusão de sangue ou transplante de órgão contaminado pelo HIV;

Pelo uso de seringas ou outro material cirúrgico ou cortante não esterilizado;

No caso de mulheres grávidas com HIV, que podem transmitir o vírus para o filho na hora do parto ou na amamentação.

Por inseminação artificial com sêmen contaminado pelo HIV.

🔥Atenção!🔥

A transmissão NÃO ocorre por contato social com pessoas portadoras do HIV, por picadas de mosquito ou durante atividades esportivas.

A Prevenção é feita por:

Uso de seringas descartáveis;

Uso de materiais cirúrgicos esterilizados;

Sexo seguro – redução de número de parteceiros, uso de camisinha e outros;

Evitar contato direto com o sangue de outras pessoas, mesmo sendo machucados na pele ou sangramento no nariz;

Uso de luvas é recomendável nesses casos.

Catapora ou Varicela

Modo de Transmissão: Saliva ou contato com objetos contaminados por lesões da pele.

Características da Infecção: pequenas e numerosas feridas no corpo, que geralmente não deixam cicatrizes.

Medidas Profiláticas: Vacinação, tratar os doentes e evitar contato direto com eles.

Caxumba

Modo de Transmissão: saliva; uso comum de copos, garfos ou outros objetos contaminados sem a devida higienização.

Características da Infecção: inflamação das glândulas salivares, principalmente as parótidas. Pode, no entanto, infectar testículos, ovários, pâncreas e cérebro.

Medidas Profiláticas: vacinação, tratar os doentes e evitar contato com os objetos contaminados com a saliva dos doentes.

Dengue

Modo de Transmissão: Picada do mosquito Aedes aegypti, lembrando que somente as fêmeas são hematófagas (alimentam-se de sangue), portanto somente elas transmitem o vírus. Esse mosquito é o Vetor da doença.

Características da Infecção: No caso de dengue clássico, geralmente o doente apresenta febre alta, dor de cabeça, dores na junta, fraqueza, falta de apetite, manchas vermelhas na pele e pequenos sangramentos. Raramente é fatal. Já no caso de dengue hemorrágico os sintomas iniciais são semelhantes aos do caso de dengue clássico, porém depois que a febre começa a ceder a pessoa passa a apresentar queda acentuada de pressão arterial devido a hemorragias, que podem causar a morte.

Medidas Profiláticas: não deixar caixa d’água ou reservatórios sem tampa; não deixar água parada em vasos, pneus, latas ou qualquer outro recipiente, pois as fêmeas desse mosquito colocam seus ovos na água, onde as larvas se desenvolvem; usar larvicidas e inseticidas para combater as larvas e o adultos desses insetos. Tratar os doentes.

Febre amarela

Modo de Transmissão: Picada das fêmeas do mosquito Aedes aegypti ou picada de fêmeas de várias espécies de mosquitos do gênero Haemagogus.

Características da Infecção: Pode ser desde inaparente até fulminante; o vírus afeta principalmente o fígado, o que dá aspecto amarelado à pele do doente. Afeta também baços, rins, medula óssea e linfonodos (gânglios linfáticos), podendo levar o indivíduo a morte.

Medidas Profiláticas: vacinação, erradicação dos insetos vetores, tratamento do doente.

Gripe

Modo de Transmissão: gotículas de saliva espalhadas pelo ar por pessoas contaminadas.

Características da Infecção: coriza, tosse; raramente afeta os pulmões; dores musculares e fraqueza.

Medidas Profiláticas: vacinação, tratar os doentes e evitar contato direto com eles.

Hepatite (tipo A, B e C)

Modo de Transmissão da Hepatite A: ingestão de água ou alimentos contaminados pelo vírus (moscas e baratas podem está com suas partes externas contaminadas por fezes de pessoas com hepatite, assim contaminando os alimentos com o vírus quando entram em contato). Fezes de pessoas com hepatite podem contaminar rios e mares.

Modo de Transmissão da Hepatite B e C: relações sexuais sem preservativo, tatuagens feitas com instrumentos não-esterilizado, transfusões de sangue contaminado, uso de seringas contaminadas.

Características da Infecção: O vírus afeta o fígado.

Medidas Profiláticas contra Hepatite A: saneamento básico, tratamento de água, lavar as mãos antes das refeições, fiscalização das pessoas que manipulam alimento, desinfetar bem os sanitários. Tratar os doentes.

Medidas Profiláticas contra Hepatite B e C: usar camisinha nas relações sexuais, vacinação (contra hepatite B), usar seringas descartáveis, atentar para a qualidade do sangue usado em transfusões. Tratar os doentes.

Herpes Simples

Modo de Transmissão: contato direto ou indireto com objetos usados por herpéticos quando as feridas estão em fase de manifestação da doença.

Características do herpes tipo I: pequenas bolhas que se tornam feridas, na pele ou na boca.

Características do herpes tipo II (Herpes genital): feridas na região genital e anal (doença sexualmente transmissível).

Medidas Profiláticas: evitar contato direto ou indireto com as feridas que surgem nas manifestações herpéticas. Tratar os doentes.

Poliomielite

Modo de Transmissão: Gotículas de saliva de pessoas contaminadas ou ingestão de água ou alimentos contaminados por fezes de doentes.

Características da Infecção: afeta o sistema nervoso e a musculatura. A doença pode ser inaparente ou grave, com casos de paralisia severa, que pode levar à morte. A forma mais conhecida é a paralisia infantil.

Medidas Profiláticas: Vacinação com a Salk, feita com o vírus inativo, e a Sabin, feita com o vírus atenuado. A sabin é a vacina mais comum, conhecida como “a gotinha que salva”. Tratar os doentes.

Raiva

Modo de Transmissão: Mordida de animal infectado, principalmente cachorro.

Características da Infecção: alterações respiratórias, aumento de frequência cardíaca (taquicardia), afeta o sistema nervoso central, podendo levar à morte.

Medidas Profiláticas: Vacinação de cães.

Resfriado

Modo de Transmissão: gotículas de saliva espalhadas pelo ar por pessoas contaminadas.

Características da Infecção: o vírus afeta o trato respiratório, e seus efeitos são menos intensos que os do vírus da gripe.

Medidas Profiláticas: tratar os doentes e evitar contato direto com eles.

Rubéola

Modo de Transmissão: contato direto com pessoas contaminadas ou contato com gotículas de saliva disseminadas no ar por essas pessoas.

Características da Infecção: febre baixa, aumento dos linfonodos do pescoço e pequenas manchas vermelhas no corpo. Geralmente não é grave, porém quando se manifesta em gestantes, principalmente nos primeiros meses de gravidez, pode acarretar a morte do feto ou complicações como surdez e catarata no bebê.

Medidas Profiláticas: vacinação; mulheres que não se vacinaram, e que nunca tiveram rubéola, precisam se vacinar pelo menos 6 meses antes de engravidar; evitar contato com doentes. Tratar os doentes.

Sarampo

Modo de Transmissão: gotículas de saliva eliminada por pessoas contaminadas pelo vírus. Este penetra pela mucosa das vias respiratórias, disseminando-se pelo corpo via corrente sanguínea.

Características da Infecção: febre, manchas vermelhas na pele, tosse, coriza e manchas brancas na face interna das bochechas.

Medidas Profiláticas: vacinação, tratar os doentes e evitar contato direto com eles.

Varíola

Modo de Transmissão: gotículas de saliva e uso de objetos (talheres, copos, etc) contaminados pelo vírus, além de contato com secreções e crostas de lesões. O vírus penetra pela mucosa das vias respiratórias e dissemina-se no corpo pela corrente sanguínea, instalando-se preferencialmente na pele.

Características da Infecção: feridas grandes e numerosas na pele, que deixam cicatrizes.

Medidas Profiláticas: vacinação, tratar os doentes.

Exercícios

1. Os vírus são responsáveis por várias doenças em animais, sendo muitas vezes transmitidos entre espécies relacionadas, refletindo o grau de parentesco entre elas. São doenças virais, exceto:

a) raiva (hidrofobia)

b) hepatite B

c) lepra

d) febre amarela

e) Sarampo

2. São doenças causadas por vírus:

a) caxumba, poliomielite, febre amarela, tétano.

b) sarampo, raiva, AIDS, gripe.

c) febre amarela, gripe, sarampo, coqueluche.

d) dengue, cólera, raiva, pneumonia.

3. Com relação aos vírus, assinale a alternativa falsa:

a) são parasitas intracelulares obrigatórios

b) tem capacidade de sofrer mutações

c) só podem ser observados ao microscópio eletrônico

d) possuem metabolismo próprio

4. A reprodução dos vírus:

a) não depende de sistemas celulares.

b) é sexuada, havendo troca de material genético.

c) depende de organismos vivos.

d) depende sempre de bactérias.

Gabarito:

1. C

2. B

3.D

4. C

Cursos Online para Concursos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.